Marcos Pontes orgulhoso ao ver bandeira brasileira na Soyuz

Marcos Pontes, que nesta noite se tornará o primeiro astronauta brasileiro, expressou nesta quarta-feira sua emoção ao ver a bandeira do Brasil pintada no casco da nave Soyuz, na qual viajará rumo à Estação Espacial Internacional (ISS). A nave já está preparada para a decolagem na rampa de lançamento. "Sinto-me orgulhoso ao ver a nossa bandeira no foguete", disse na entrevista coletiva que concedeu no Cazaquistão.O sorriso de Pontes encantou a imprensa de tal maneira que umdos jornalistas chegou a compará-lo com o do primeiro astronauta do mundo, Yuri Gagarin. "Também me enche de orgulho que comparem meu sorriso com o do Gagarin, um grande homem que impregnou Baikonur com sua presença", afirmou. O tenente-coronel da Força Aérea Brasileira e engenheiro aeronáutico acrescentou que está consciente da grande responsabilidade pelas missões que tem a cumprir - tanto a espacial como a posterior - como primeiro astronauta do Brasil. Pontes viajará para o espaço ao lado do russo Pavel Vinogradov e do americano Jeffrey Williams, que substituirão na ISS o russo Valeri Tokarev e o americano William McArthur, que estão na estação desde outubro de 2005. Eclipse SolarOs três astronautas afirmaram que o eclipse solar que precedeu o vôo e o número da missão à ISS é um sinal positivo. "Assim como o 13 no número de nossa missão, o fenômeno é visto por nós como um bom presságio, e contribuirá para que nosso trabalho seja bem-sucedido", disse Williams. Vinogradov contou que já viu vários eclipses solares, mas "gostaria muito" de voltar a ver o fenômeno. Os médicos que controlam os preparativos para o vôo, no entanto, proibiram os astronautas de assistir ao fenômeno e os colocaram para dormir muito antes do anoitecer, porque deverão se levantar antes da meia-noite para iniciar os preparativos para a decolagem, que acontecerá às 06h30 de quinta-feira (23h30 de quarta em Brasília).

Agencia Estado,

29 de março de 2006 | 12h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.