Marginal do Tietê é liberada após protesto

Após três horas de uma manifestação que reuniu cerca de 70 pessoas, as oito pistas da Marginal do Tietê, sentido Rodovia Ayrton Senna, foram liberadas na tarde desta sexta-feira, 27. Elas estavam bloqueadas na altura da Ponte Orestes Quércia desde as 13h15.

FELIPE RESK, ESPECIAL PARA A AGÊNCIA ESTADO, Agência Estado

27 de setembro de 2013 | 17h25

Apesar do fim do protesto e do bloqueio, a via ainda apresentava 31,7 quilômetros de lentidão às 17h, e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda que os motoristas evitem o trecho. Uma alternativa é o corredor formado pelas avenidas Ermano Marchetti e Marquês de São Vicente.

O protesto teve início quando os manifestantes incendiaram pneus e pedaços de madeira, na Marginal do Tietê, para reivindicar moradias populares. A assessoria da Polícia Militar afirmou que "ainda não há confirmação sobre a que grupo os manifestantes pertencem" e também disse desconhecer o uso de bombas de efeito moral na contenção do protesto, como foi veiculado pela imprensa.

Mais conteúdo sobre:
manifestaçãomarginal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.