Marina diz que seu programa será base para posição no 2º turno

A candidata derrotada à Presidência da República Marina Silva (PSB) ainda não definiu como irá se posicionar no segundo turno, mas indicou que poderá apoiar uma das candidaturas.

REUTERS

05 de outubro de 2014 | 22h44

"Nossos partidos haverão de se reunir individualmente. Depois nos reuniremos coletivamente e queremos que o nosso processo nos mantenha unidos", disse Marina em entrevista coletiva neste domingo, em São Paulo.

"O programa já foi discutido. Ele é a base de qualquer diálogo nesse segundo momento em que os eleitores iniciarão um novo processo", afirmou.

(Por Pedro Belo e Maria Carolina Marcello)

Mais conteúdo sobre:
ELEICOES2014MARINAENTREVISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.