Mars vê alta no consumo de chocolate acima de 3% em 2014/15

A empresa de alimentos Mars vê crescimento no consumo mundial de chocolate de mais de 3 por cento no próximo ano, superando tendências de longo prazo, impulsionado pela demanda asiática.

REUTERS

12 de junho de 2014 | 16h38

Falando à margem da Conferência Mundial do Cacau, em Amsterdã, o vice-presidente mundial da divisão de cacau da companhia, Andy Harner, disse que o crescimento da demanda de chocolate já ficou acima da taxa de tendência de longo prazo de 2,5 a 3 por cento nos últimos três anos e que continuará assim em 2014/15.

"Em termos de ganhos percentuais no consumo de chocolate, a liderança é da Ásia-Pacífico, onde há crescimento de dois dígitos", disse Harner.

"A previsão da indústria de médio prazo, de três a cinco anos, vê isso continuar."

Harner disse que a classe média em rápida expansão na Ásia estava ajudando a elevar o consumo de chocolate. Na China, a Mars Foods é líder do mercado de chocolate, com suas marcas como M&M e Snickers representando 40 por cento do valor de mercado em 2013, segundo a Euromonitor International.

(Por Sarah McFarlane)

Mais conteúdo sobre:
CONSUMOMARSCHOCOLATE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.