Mascote da Copa-2014 ganha o nome 'Fuleco'

A mascote oficial da Copa do Mundo de 2014 no Brasil vai se chamar "Fuleco", uma palavra que os organizadores afirmam transmitir uma mensagem de consciência ambiental.

Reuters

26 de novembro de 2012 | 08h10

Quase a metade das mais de 1,7 milhão de pessoas que votaram em uma pesquisa online preferiu "Fuleco" em vez de "Zuzeco" ou "Amijubi". "Fuleco" é a junção das palavras futebol e ecologia.

A mascote é um tatu-bola, uma espécie em risco de extinção no Brasil.

A tradição de ter uma mascote para a Copa do Mundo remonta ao ano de 1966, quando um leão chamado "World Cup Willie" foi escolhido para o torneio na Inglaterra.

Desde então, as mascotes foram desde as duas crianças alemãs "Tip e Tap", em 1974, à pimenta "Pique", do México, em 1986, e ao leopardo "Zakumi", que representou o torneio na África do Sul, em 2010.

O tatu amarelo e azul foi escolhido em setembro e grandes versões infláveis foram colocadas nas 12 cidades brasileiras onde serão disputadas as partidas do Mundial. No entanto, as autoridades foram obrigadas a retirá-las, ou aumentar a segurança, em pelo menos três cidades, depois que vândalos depredaram.

"Fuleco" fará uma aparição esta semana em São Paulo no sorteio para a Copa das Confederações de 2013. O sorteio para a competição preparatória para a Copa do Mundo acontece no próximo sábado.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTFIFAMASCOTEBRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.