Massa retorna à pista, vai bem e termina em 2.º no kart

Piloto volta a competir depois de 4 meses e fica atrás só de Rubinho no treino de ontem

FLORIANÓPOLIS, O Estadao de S.Paulo

28 de novembro de 2009 | 00h00

Oficialmente, o treino livre inicial da quinta edição do Desafio das Estrelas, ontem, foi a primeira atividade em competição de Felipe Massa depois do grave acidente sofrido em julho, na classificação do GP da Hungria. A corrida de kart reúne pilotos como Massa, Michael Schumacher, Rubens Barrichello, dentre outros. "Estou ansioso para voltar às pistas", disse Massa. "Especialmente por correr ao lado dos melhores pilotos do mundo. É muito importante para mim regressar e tentar ser competitivo." O mais rápido do novo Kartódromo de Canasvieiras, em Florianópolis, foi Rubinho, com o tempo de 55s601.

O próprio Massa, sua equipe de Fórmula 1, Ferrari, o companheiro em 2010, Fernando Alonso, e os demais adversários certamente estão interessados em conhecer a sua condição física e psicológica depois de permanecer longe das competições por quatro meses. O impacto contra uma mola solta na pista, no circuito de Hungaroring, causou fratura da órbita ocular esquerda e leve lesão neurológica em Massa. Mas, se o resultado de ontem serviu de referência para avaliar o estado do piloto da Ferrari, é bom a concorrência continuar a respeitá-lo como antes. Massa ficou em segundo, a 155 milésimos de Rubinho, campeão em 2008 e um dos favoritos, neste ano, no seletivo traçado de 1.207 metros, concebido por Lucas Di Grassi.

Os 25 pilotos inscritos foram divididos nos grupos 1 e 2. Na combinação dos tempos, Antonio Pizzonia registrou a terceira melhor marca, 55s821. Nelsinho Piquet, a quarta, 55s832, Vitantônio Liuzzi, quinta, 55s833, e Schumacher, sexta, 55s873. O criador da pista, Di Grassi, foi o 18.º, com 56s133. Hoje haverá outra sessão livre, às 9 horas, e às 13 será definido o grid. Massa elogiou bastante o novo kartódromo: " Nós aprendemos bastante nas edições anteriores e agora temos um lugar maravilhoso para correr." A primeira bateria começa hoje às 16 horas, com transmissão ao vivo pela SporTV, e a segunda, amanhã, às 11 horas, na Globo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.