MEC corta vagas da Faculdade Sumaré

A Secretaria de Educação Superior (Sesu) instaurou processo administrativo contra a Faculdade Sumaré para desativação do curso de Pedagogia. Segundo a pasta, a instituição oferecia vagas em número superior ao determinado. A Sesu também suspendeu os processos seletivos do curso. A faculdade afirma que o número de vagas decorre dos alunos vindos do curso normal superior, incorporado à graduação de Pedagogia. A partir da data de recebimento da notificação, a faculdade terá 15 dias para apresentar defesa.

, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.