MEC quer fundo para substituir fiador em financiamento

O Ministério da Educação (MEC) pretende acabar com o pedido de fiador para o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). O governo quer criar uma espécie de fundo para o programa. A intenção do ministro Fernando Haddad é que as mudanças sejam implementadas até o fim deste ano. As informações foram confirmadas pela assessoria de imprensa do MEC.

AE, Agência Estado

13 Abril 2010 | 11h03

Criado em 1999, o Fies é um programa do governo federal que financia a graduação de quem não tem condições de pagar o curso. Os contemplados começam a pagar pela faculdade só depois da formatura. Para participar, as instituições devem ter avaliações positivas pelo MEC.

As medidas devem ser anunciadas até o dia 21 deste mês, junto com a abertura do período de inscrições. Um dos objetivos da pasta é acabar com as dificuldades que os estudantes - especialmente os de baixa renda - têm para conseguir um fiador. A princípio, a nova poupança receberia incentivos do governo federal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.