Médica é encontrada morta em casa em Sorocaba-SP

A médica Márcia Cristina da Fonseca Navarro foi encontrada morta, ontem, na entrada do salão de festas de sua casa, no Jardim Astro, bairro residencial nobre de Sorocaba, no interior paulista. Não havia sinais evidentes de violência, mas a Polícia Civil decidiu investigar as circunstâncias da morte. A médica havia saído de casa para o trabalho na manhã de sábado e não retornou nem fez contato com a família.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

18 de maio de 2009 | 17h31

À noite, o marido, o advogado Antonio Miguel Navarro, mobilizou os familiares à procura da mulher, de 38 anos, sem sucesso. Ele estranhou o fato de a médica não atender ao celular e não ter levado consigo sua bolsa com objetos pessoais. O próprio Navarro encontrou o corpo na manhã seguinte, quando ele se dirigia ao piso inferior da casa para limpar a piscina.

Conforme declarou à polícia, o corpo da médica estava em posição sentada, encostada em uma parede. O advogado contou que, em seguida, ligou para uma tia da esposa que mora num bairro vizinho. A mulher teria removido o corpo para colocá-lo deitado - posição em que foi encontrado quando a polícia esteve na casa. Navarro disse aos policiais que a mulher sofria de depressão e tomava medicamentos. O delegado da Polícia Civil, Gilberto Salles, Souza pediu exames para apurar a causa da morte. O marido e a tia foram ouvidos na condição de testemunhas.

Tudo o que sabemos sobre:
investigaçãomédicamorteSorocabaSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.