Médica é suspeita de acidente que matou motociclistas

Dois irmãos, os estudantes Emanuelle e Emanuel Gomes Dias, de 23 e 22 anos, respectivamente, morreram, na manhã desta sexta-feira, 11, após Emanuel perder o controle da moto na qual eles estavam e colidir contra um poste, na frente de um flat na orla do bairro de Ondina, em Salvador.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

11 Outubro 2013 | 14h30

Outro veículo, um utilitário esportivo dirigido pela oftalmologista Katia Vargas Leal Pereira, de 45 anos, também se envolveu no acidente e bateu na grade do flat poucos metros adiante. Com ferimentos leves, ela foi socorrida e levada para o Hospital Aliança, onde permanece internada.

Segundo testemunhas, as colisões foram propositalmente causadas por Katia. Relatos indicam que, por volta das 8 horas, ela e Emanuel teriam discutido no trânsito depois de uma suposta fechada do carro da médica sobre a moto dos irmãos.

Após a discussão, Katia teria perseguido a motocicleta e batido na traseira do veículo, lançando-o contra o poste. As vítimas morreram no local. Depois da colisão com a moto, a médica teria perdido o controle do próprio veículo, subido a calçada e atingido a grade do hotel em seguida.

A delegada Acácia Nunes, da 7ª Delegacia, onde o caso está sendo investigado, diz que ainda não é possível tirar conclusões. "Estamos tomando depoimentos de testemunhas e colhendo informações no local do acidente", afirma. De acordo com ela, foram solicitadas à Prefeitura as imagens das câmeras de monitoramento instaladas na região.

Mais conteúdo sobre:
acidentemotoSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.