Medicina volta a ser a mais concorrida na USP

Carreira, com 56,43 candidatos por vaga, em 2011 havia ficado em 2º lugar entre as mais disputadas na Fuvest; vestibular tem mais de 159 mil inscritos

ESTADÃO.EDU, O Estado de S.Paulo

06 de novembro de 2012 | 02h08

Medicina voltou a ser o curso mais concorrido do vestibular da Fuvest, com média de 56,43 candidatos disputando cada uma das 275 vagas. No ano passado, a carreira ficou em segundo lugar no ranking das mais disputadas: perdeu para Engenharia Civil no câmpus da USP em São Carlos.

A Fuvest selecionará alunos para 10.852 vagas da Universidade de São Paulo (USP) e 100 da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa da capital. O total de inscritos nesta edição do exame é de 159.609 - 8,6% a mais que o ano passado. São 21.515 treineiros, estudantes que ainda não concluíram o ensino médio e farão as provas como teste.

A segunda carreira mais concorrida este ano é Engenharia Civil em São Carlos, com uma relação de 53,18 candidatos/vaga, seguida por Publicidade e Propaganda (48,46 c/v), Ciências Médicas em Ribeirão Preto (45,45 c/v), Relações Internacionais (42,90 c/v) e Jornalismo (41,57).

Com exceção de Relações Internacionais, todos os cursos tiveram procura superior à registrada no ano passado.

Ao todo, 17 cursos têm concorrência maior que 25 candidatos/vaga. Os menos disputados são Ciências da Natureza na USP Leste (2,23 c/v), Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental (2,60 c/v) e Ciências da Atividade Física (2,63 c/v) - este último bacharelado também é oferecido no câmpus da zona leste da capital.

O curso de Saúde Pública foi o lanterna do ano passado, com 1,3 candidato para cada vaga. Este ano, o número saltou para 9,78.

No dia 19 serão divulgados os locais de exame da primeira fase, marcada para o dia 25. A prova terá 90 questões de múltipla escolha sobre as disciplinas do ensino médio e deverá ser resolvida em cinco horas.

A lista de candidatos convocados para a segunda fase será publicada em 17 de dezembro. As provas desta etapa, prevista para ocorrer entre 6 e 8 de janeiro, terão duração de quatro horas.

O exame será realizado na capital, na Grande São Paulo e em outras 18 cidades do interior e do litoral do Estado.

Videoaulas. Para ajudar os estudantes a revisar o conteúdo, o Estado, em parceria com o Grupo Positivo, publicará, até dia 24, 56 videoaulas sobre os assuntos mais cobrados pela Fuvest e pelo vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), cuja primeira fase ocorre dia 11.

É a continuação do projeto Super Aulas Positivo Estadão, que levou aos candidatos do Enem cem videoaulas.

O novo material também será publicado no canal do Estado no YouTube (youtube.com/estadao). A cada dia entrarão no ar duas ou três aulas, cada uma com duração média de 30 minutos. Na estreia, ontem, foram divulgadas aulas de matemática e história.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.