Médico Abdelmassih é transferido para Tremembé-SP

O médico Roger Abdelmassih, acusado de estuprar 56 pacientes, foi transferido na manhã de hoje para a Penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP). O especialista em reprodução assistida estava detido no 40º Distrito Policial (DP), na Vila Santa Maria, na zona norte da capital paulista, desde o último dia 17, quando foi preso.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

25 Agosto 2009 | 10h11

Na noite de ontem, ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Ellen Gracie negou a liminar no habeas-corpus impetrado no sábado pela defesa, após a Justiça paulista e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) terem negado liberdade ao médico. Os crimes de estupro teriam começado na década de 1970 e Abdelmassih teve na semana passada seu registro profissional suspenso por tempo indeterminado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.