Médico cubano morre de enfarte em Salvador

Integrante do programa do governo federal Mais Médicos, o cubano Pedro Juan Tamayo Martin, que trabalhava em Salvador, morreu, no fim da tarde desta segunda-feira, 15, vítima de um enfarte, segundo a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde. Martin, que estava na cidade desde dezembro e trabalhava na Unidade de Saúde da Família São José de Baixo, no Subúrbio Ferroviário, morreu por volta das 17h, pouco depois de chegar em casa, voltando do trabalho.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

15 Abril 2014 | 19h54

O corpo do médico foi encaminhado ao Instituto Médico Legal, onde aguarda liberação. Contatada, a Organização Panamericana de Saúde (Opas) - intermediária do acordo que resultou na chegada de médicos cubanos ao programa - será a responsável pelo translado do corpo do médico para Cuba. A Bahia é o Estado brasileiro com mais médicos estrangeiros atendendo pelo programa do governo federal. Cerca de 1,1 mil deles trabalham em 361 municípios do Estado.

Mais conteúdo sobre:
médico cubano morte Salvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.