Melhor peixe ou frutos do mar: os votos dos comilões

Anna Angotti & Demian Takahashi Pescada - Emiliano   A apresentação lembrava os músicos de Bremen: no fundo, um molho acidinho, uma fatia de pão, aspargos. Em cima, uma posta bem alta de pescada. E sobre sua pele muito crocante, equilibrava-se um simpático vôngole aberto. Tudo rodeado por mais conchinhas. "Nossa, parece uma escultura!", falamos juntos. Era nossa função, porém, pôr abaixo com o garfo e os dentes aquele conto de fadas. O peixe se desmanchou em lasconas branquinhas e brilhantes no molho com orégano muito fresco. Os vôngoles explodiam em sabor de maresia. Para arrematar, o amidozinho delícia do pão. Veja também: Comentários sobre os outros indicados: Pescada cambucu ao salmoriglio - Emiliano Polvo lagareiro com batatas coradas - Adega Santiago Bobó de camarão - Amadeus Lombo de bacalhau ao forno - Marcel   Blog Alhos, passas e maçãs Polvo - Adega Santiago   As batatas chegam à mesa tostadas, com casca crocante e interior macio. Mas confesso que me esforcei para prestar atenção nelas. Porque, do lado, estava um dos melhores moluscos da cidade. Tão bom que nem entramos na polêmica sobre o número de tentáculos. Infelizmente, na nossa frente só havia uma parte deles, cozida e depois passada pela grelha, mantendo a maciez. Queria gritar pelos outros tentáculos. Comeria todos. Mesmo que fossem 80.   Braulio Pasmanik Pescada - Emiliano   O prato destaca-se tanto pelo preparo quanto pelo sabor. Com o ponto de cozimento perfeito, ainda difícil de encontrar nas mesas paulistas, o peixe é engrandecido pela escolta dos pequenos vôngoles que acrescentam o sabor do mar. Uma tela de aspargos sobre um crostini de ciabatta, que absorve o caldo dos vôngoles, mostra criatividade e acerto na escolha do acompanhamento.   Flávio Siqueira Pescada - Emiliano   Pescada alta, tenra e muito saborosa, daquela espécie que, para comer, você utilizará a faca somente para justificar o trabalho posterior dos auxiliares da cozinha. Ponto corretíssimo, descansando sobre um crostini que absorve os caldos do peixe e dos vôngoles que, em suas conchas, finalizavam harmoniosamente o prato.   Jacques Trefois Pescada - Emiliano   O chef do restaurante do Hotel Emiliano, paladar prêmio além de dedicado, é talentoso. Preparou uma ótima pescada de cozimento perfeito. Prato em que o excelente sabor é realçado pelos fresquíssimos vôngoles. Ótimo.   Janaina Fidalgo Pescada - Emiliano   A esperteza de não querer inventar a roda nem ocultar sabores. O controle do cozimento mantém a textura delicada do peixe e dos aspargos. Ah, e um providencial "pãozinho-esponja" suga, antes de você, todo o caldo de vôngole com limão siciliano. Vingue-se dele e devore-o.   Luiz Américo Ca margo Pescada - Emiliano   Há toda uma dignidade, digamos, em torno deste prato. Começa na escolha do peixe; segue pelo ponto de cocção, úmido por dentro; avança no equilíbrio entre os sabores, no dueto com o vôngole. Um peixe tratado com o respeito que se deve, valorizando o produto. E com a simplicidade que tantas vezes faz falta - ainda que, baratinho, ele não seja.     Luiz Horta Pescada - Emiliano   Alta voltagem píscea, muito bom, os aspargos e o leito de ciabatta agregam os caldinhos do peixe e das conchinhas em ponto e frescor impecáveis. Só o aroma já cativou a mesa. Um prato exato.   Neide Rigo Bobó - Amadeus   O bobó chega à mesa em panelinha de barro fumegante. A camada superficial de creme de mandioca liso e amarelo esconde a boa densidade populacional de camarões de tamanho apreciável, bem temperados e cozidos no ponto certo. O sal estava perfeito e o arroz que acompanhava era fresquinho, ainda úmido e brilhante, sabendo a tempero caseiro. Vou querer repetir.     Patrícia Ferraz Polvo - Adega Santiago   Um prato simples, sem disfarces, mas preparado com rigor técnico: o polvo estava impecável, macio por dentro, com a crosta crocante, fresco e delicado. Acompanhado apenas por batatas coradas.   Roberto Smeraldi Pescada - Emiliano   Excepcionais qualidade e frescor do peixe, de tamanho descomunal. O toque do azeite extravirgem de primeira faz a diferença num salmoriglio sem alho, que leva só azeite, limão e orégano. Merece o prêmio pela priorização da qualidade dos ingredientes.   Silvio Giann ini Pescada - Emiliano   Delicadeza e integridade impecáveis. Um dos melhores, se não o melhor, peixe em oferta nesta cidade atualmente, na minha opinião. A pescada, muito fresca, é selada em frigideira por ínfimos instantes. Vai para um estágio rápido no forno para chegar à mesa úmida, suculenta e com a pele crocante. Os delicados e saborosos vôngoles, cozidos em vinho branco, caldo do próprio peixe e azeite, circundam a posta erguida às alturas, graças à presença subterrânea de um deck de aspargos e, sob ele, uma fatia de crostini. A presença do limão ao molho dá a nota de acidez necessária, e folhas de orégano fresco, colocadas por último, chegaram a confundir meus sentidos.

O Estado de S. Paulo,

25 Novembro 2009 | 21h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.