Menina de 6 anos morre após cair do 5º andar na Praia Grande

Não havia rede de proteção na janela e a mãe da criança havia saído para comprar uma lâmpada no momento do acidente, deixando os três filhos pequenos sozinhos

Rejane Lima, O Estado de S. Paulo

11 de fevereiro de 2011 | 16h33

SANTOS - Uma menina de 6 anos morreu depois de cair da janela do 5.º andar do edifício onde morava, em Praia Grande, na Baixada Santista. Não havia rede de proteção na janela e a mãe da criança havia saído para comprar uma lâmpada no momento do acidente, deixando os três filhos pequenos sozinhos.

O acidente aconteceu por volta das 22h desta quinta-feira, 10, em um edifício do bairro Caiçara. O caso foi registrado na Delegacia Sede da cidade e agora a investigação do 2.º Distrito Policial de Praia Grande vai apurar a responsabilidade da mãe, a dona de casa Cristiane Romero Moreira, de 30 anos, nos crimes de queda acidental, morte suspeita e abandono de incapaz.

A menina caiu na marquise do prédio e chegou a ser socorrida por vizinhos. Ela foi levada ao hospital com vida, mas não resistiu aos ferimentos. A criança estava em casa com os irmãos menores, de um e de três anos no momento da queda e teria subido no parapeito da janela para pegar uma boneca.

O Conselho Tutelar de Praia Grande está acompanhando a ocorrência e deverá pedir providências para o Juiz da Vara da Infância. "Estamos esperando passar esse momento de dor, para então notificar a família e conversar com vizinhos para saber se a mãe sempre fazia isso (deixar as crianças sozinhas) ou foi a primeira vez", afirmou o conselheiro Carlos Eduardo Barbosa.

Menor infrator. Também por volta das 22h de ontem em Praia Grande, um menor de 15 anos foi morto a tiros no bairro Canto do Forte. No momento dos disparos, outras duas pessoas foram atingidas por balas perdidas, uma adolescente de 17 anos e uma menina de 8 anos, que foram socorridas e não correm risco de morrer.

Com passagens pela Fundação Casa por tráfico de entorpecentes, o adolescente assassinado foi atingido por dois homens que estavam de capacete em uma moto Honda preta. O Conselho Tutelar acredita que tenha sido acerto de contas.

Tudo o que sabemos sobre:
mortequedameninaPraia GrandeSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.