Menina de 6 anos morre após espancamento

Uma menina de 6 anos morreu na última quinta-feira (6), em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, vítima de espancamentos supostamente praticados pelo padrasto. Jorge Luiz Silva Carneiro, de 40 anos, foi preso na sexta (7). Segundo a Polícia Civil, a criança, chamada Raphaela Farias da Cruz, era agredida com frequência.

FÁBIO GRELLET, Estadão Conteúdo

08 Novembro 2014 | 16h01

Na madrugada da última quinta, ela acordou para beber água e, debilitada, desmaiou. Então, foi levada pelo próprio padrasto a um hospital, mas já chegou morta. A necropsia indicou que a agressão causadora da morte ocorreu cerca de uma semana antes. O padrasto batia também na mulher, Gerusa Magno Farias, mãe de Raphaela. Ela disse que não denunciava as agressões por medo do marido.

A mãe de Gerusa já havia registrado duas denúncias de agressão na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de São João de Meriti, em abril e agosto passados. Nenhuma delas, no entanto, gerou medidas de proteção às duas vítimas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.