Meningite é registrada em prisão na BA

Um preso da Penitenciária Lemos Brito, em Salvador, foi internado ontem com meningite bacteriana no Hospital Couto Maia. Ele dividia a cela com mais seis presos no pavilhão 3. Segundo o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia, dois deles teriam apresentado sintomas da doença e estariam sem atendimento médico.

ELIANA LIMA, ESPECIAL PARA O ESTADO, SALVADOR, O Estado de S.Paulo

21 Outubro 2011 | 03h02

A assessoria de comunicação da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização negou a existência de outros presos com sintomas da doença.

No Estado do Rio, a morte de uma menina de 4 anos, confirmada pela Secretaria de Saúde de Barra Mansa, no sul fluminense, elevou para 57 o número de mortos desde o início do ano.

Bloqueio. Em Minas, as secretarias de Saúde do Estado e do município de Ouro Branco informaram que promoverão vacinação em massa para tentar conter um surto de meningite tipo C que atingiu a cidade. Devem ser distribuídas cerca de 22 mil doses de imunizante para pessoas entre 4 e 30 anos, consideradas as que mais sofrem riscos.

Há uma semana, um operário terceirizado que trabalhava em uma obra da Gerdau Açominas em Ouro Branco morreu e 18 funcionários foram internados. Em Congonhas, cidade vizinha, duas pessoas também foram diagnosticadas com a doença. / MARCELO PORTELA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.