Menino confessa ter começado incêndio na Califórnia

Garoto de 8 anos foi interrogado pela polícia; ele estava brincando com fósforos.

BBC Brasil, BBC

31 de outubro de 2007 | 10h05

Um menino confessou ter começado um dos devastadores incêndios na Califórnia, quando brincava com fósforos, informou a polícia americana.A criança, que não foi identificada, foi interrogada pela polícia sobre um incêndio que destruiu 63 prédios ao norte de Los Angeles. Os incêndios florestais no Estado obrigaram 640 mil pessoas a deixarem suas casas na semana passada, na maior retirada em massa da história da Califórnia.Segundo a polícia, o menino foi mandado de volta para casa depois de confessar. A procuradoria geral do Estado está decidindo se vai abrir processo contra ele.O garoto foi interrogado em conexão com o incêndio de Buckweed, que começou no dia 21 de outubro e queimou 153 km² na região de Santa Clarita.Três civis e um bombeiro ficaram feridos e as autoridades do Estado estimam que o fogo tenha causado prejuízos de US$ 7,4 milhões (cerca de R$ 13 milhões).Inicialmente acreditava-se que a queda de cabos de força tinham provocado as chamas.Há suspeitas de que outro incêndio, em Orange County, ao sul de Los Angeles, também tenha sido criminoso.Foi oferecida uma recompensa para informações que levem à prisão e processo dos responsáveis.Ao todo, 1.800 casas e outros prédios foram destruídos nos incêndios da semana passada, e pelo menos 14 pessoas morreram.Os prejuízos são estimados em US$ 1 bilhão (cerca de R$ 1,75 bi), com quase 2.072 km² de terra dizimados.Ainda há focos de incêndio na Califórnia, mas eles estão sob controle.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndiosestados unidoslos angeles

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.