Menino de 12 anos é retirado embriagado de sala de aula em SP

Professora abordou o aluno que dormia sobre a carteira e sentiu um forte odor de cachaça; Conselho Tutelar investiga o caso

José Maria Tomazela - Agência Estado,

31 de agosto de 2012 | 20h33

SOROCABA - Um aluno de 12 anos foi retirado em estado de embriaguez e desacordado da sala de aula da Escola Municipal Maria José Schoenacker, nesta sexta-feira, 31, em São Roque, a 55 km de São Paulo. De acordo com informações do Conselho Tutelar, a professora abordou o menino que dormia sobre a carteira e sentiu um forte odor de cachaça. Ela notou que o garoto apresentava torpor característico da embriaguez e encontrou sob a carteira uma garrafa plástica vazia, com cheiro da bebida. A escola fica no bairro Guaçu, periferia da cidade.

A diretora do estabelecimento, alertada, chamou uma ambulância para levar o estudante ao pronto-socorro da Santa Casa local. Ele foi medicado e ficou em observação. Acionado, o Conselho Tutelar localizou o pai do menino, um agricultor. Ele disse que o filho nunca havia ingerido bebidas alcoólicas e alegou que, possivelmente, ao seguir a pé para a escola, o garoto parou num bar que fica no caminho. A versão do pai será investigada pelo Conselho Tutelar.

De acordo com a direção da escola, um irmão do estudante já havia apresentado problemas de frequência no estabelecimento. A escola de ensino fundamental informou que desenvolve um programa de prevenção sobre o uso de álcool e drogas. O garoto teve alta. A Polícia Civil cai investigar a origem da bebida consumida pelo menor.

Mais conteúdo sobre:
escolaalunoembriagado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.