Menino que recebeu ácido sai da UTI em Belo Horizonte

O menino Allan Breno Castro, de 2 anos, que recebeu ácido em lugar de sedativo em Belo Horizonte, será transferido nesta segunda-feira da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Felício Rocho para a ala de pediatria, segundo a assessoria de imprensa do hospital.

GHEISA LESSA, Agência Estado

16 Abril 2012 | 13h08

Após ficar cinco dias internado na UTI do hospital, a criança, de acordo com um laudo médico, permanece com duas sondas para alimentação mas apresenta melhora pois não sente mais dores. A previsão é que o garoto passe os próximos 15 dias em observação para que, então, seja realizada uma nova endoscopia, que analisará a cicatrização das queimaduras que sofreu na garganta.

No último dia 8, o menino faria uma tomografia no Hospital Infantil São Camilo, após ter sofrido uma queda. Para passar pelo exame, no entanto, o garoto iria receber um sedativo que acabou sendo trocado por ácido tricloroacético, produto usado no tratamento de verrugas. Allan passou por cirurgias de aplicação de sondas na traqueia e no estômago para alimentação e os médicos acompanham a cicatrização das queimaduras.

Mais conteúdo sobre:
saúdeácidohospitalcriança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.