Menino que recebeu coração pode ter sedação reduzida

O menino Patrick Hora Alves, que recebeu transplante cardíaco no dia 15 de abril, pode ter a sedação reduzida nos próximos dias, após avaliação médica, segundo boletim do Instituto Nacional de Cardiologia (INC), no Rio de Janeiro.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

29 de abril de 2011 | 16h44

De acordo com o boletim, ele ainda se encontra em estado crítico, mas estável, e vem respondendo bem ao tratamento, mas permanece sedado e ainda necessita de suporte respiratório e renal.

Patrick, que tem 10 anos, foi a primeira criança a receber um coração artificial no Brasil, antes de passar por cirurgia para receber o transplante do órgão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.