Menino sobrevive quatro dias após queda em cisterna

Uma agente de saúde conseguiu resgatar o menino Júlio Igor Ribeiro dos Santos, de oito anos de idade, que caiu numa cisterna seca, onde permaneceu por quatro dias. O garoto estava desidratado, faminto e assustado. Na terça-feira, ele empinava uma pipa quando caiu no buraco, encoberto por mato. O acidente ocorreu no município de Luziânia (GO), a 40 quilômetros de Brasília (DF). O menino foi descoberto por uma agente de saúde, que passava pelo local e ouviu um barulho estranho. Júlio Igor ainda pedia por socorro, mesmo baixinho. "Depois que ele saiu para brincar, de manhã, vivi quatro dias de desespero", relatou Eliete Raposo do Carmo, mãe do menino. "Parece que a cada dia de angústia eu morria de tanta dor no peito, fiquei desesperada", comentou. Segundo o padrasto do garoto, Jaime Cortez, a casal pensava em registrar uma ocorrência de seqüestro. Levado ao Hospital Regional de Luziânia, Júlio Igor passou por exames e foi internado para observação e reidratação. Além da debilidade física, os médicos localizaram hematomas, mas nenhuma fratura.

RUBENS SANTOS, Agencia Estado

18 de julho de 2008 | 18h56

Tudo o que sabemos sobre:
Luiziâniaquedacisterna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.