Meteoritos são leiloados nos Estados Unidos

Algumas das rochas vendidas caíram na Terra há milhares de anos.

BBC Brasil, BBC

28 de outubro de 2007 | 22h05

Alguns dos meteoritos mais famosos do mundo foram leiloados em Nova York neste domingo, no que foi chamado de primeiro leilão deste tipo.As peças vieram de coleções de todo o mundo e muitos exemplos são extremamente coloridos, com intrincados padrões, alguns deles apresentando pedras preciosas.Uma das peças com preço inicial de US$ 1,1 milhão (cerca de R$ 1,96 milhão) não foi vendida, mas um meteorito de ferro encontrado na Sibéria alcançou US$ 123 mil (cerca de R$ 219.175).Uma caixa de correio americana atingida por um meteorito em 1984 foi vendida por US$ 83 mil (cerca de R$ 147.899)."Os resultados foram mais fortes do que esperávamos", disse a especialista da casa de leilões Bonhams depois da venda. Ela acrescentou que a casa de leilões espera vender o restante do lote nos próximos dias.Alguns dos 54 lotes de meteoritos à venda na Bonhams caíram na Terra há milhares de anos.Segundo os registros, apenas um deles teria tido um impacto fatal - a vítima do meteorito Valera, que caiu na Venezuela em 1972, foi uma vaca. "É muito raro encontrar um meteorito que tenha atingido um ser vivo... então esse meteorito em particular virou item de colecionador", disse Florian à BBC antes do leilão.A peça foi vendida por US$ 1.300, cerca de R$ 2.316.Um pedaço do meteorito que atingiu a caixa de correio de Carutha Bernard em Claxton, no Estado americano da Georgia, em 1984, foi vendida por quase US$ 8 mil (cerca de R$14.255).Algumas das rochas vieram do Museu de História Natural da Grã-Bretanha e da Instituição Smithsonian, nos Estados Unidos, mas muitas vieram da coleção Macovich, em Nova York, reunida por entusiastas cujo interesse era tanto estético como científico.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
ciêncialeilãoespaço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.