Metrô define 21 medidas para melhorar serviço

Empresa vai contratar 200 trabalhadores temporários e comprar novo equipamento de manutenção

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

21 de janeiro de 2008 | 10h08

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô-SP) irá anunciar oficialmente nesta segunda-feira, 21, um pacote com 21 medidas definidas no sábado em reunião com a direção do Metrô e o secretário estadual de Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella. Entre as medidas estão a melhoria de comunicação nas estações, a formação de frentes de trabalho, com a contratação imediata de 200 trabalhadores temporários, e a entrega, em fevereiro, de quatro novos terra/via - equipamento pesado usado para manutenção diária das vias do Metrô. O último equipamento deste tipo foi comprado pelo Metrô em 1975.Segundo a assessoria de imprensa do Metrô, as medidas visam tornar mais confortável para o usuário este momento de transição. O Metrô de São Paulo transporta hoje 750 mil passageiros/dia a mais do que transportava em 2005. Para atender a esta demanda, o governo do Estado investirá R$ 16,3 bilhões na renovação dos equipamentos, na compra de 99 novos trens e na ampliação das linhas do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Tudo o que sabemos sobre:
metrôSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.