Metroviários do DF cruzam os braços pelo 4º dia seguido

A greve dos metroviários do Distrito Federal entrou hoje em seu quarto dia com 100% dos trabalhadores parados, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Distrito Federal (Sindmetrô). As 23 estações estão fechadas, prejudicando cerca de 150 mil usuários.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

26 de março de 2010 | 13h02

Segundo o Sindmetrô, está marcada para o início da tarde de hoje uma reunião de reconciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Ao mesmo tempo, a categoria se reunirá na Praça do Relógio para definir os rumos da greve. Os metroviários reivindicam melhores condições de trabalho e reposição salarial de 60%.

Mais conteúdo sobre:
transportesmetrôgreveDF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.