México detém suposto líder do cartel de Sinaloa

A polícia da cidade fronteiriça de Mexicali deteve um suposto líder do poderoso cartel de Sinaloa. A polícia estadual de Baja Califórnia deteve Manuel Garibay na quinta-feira quando ele dirigia em Mexicali, vindo de Calexico, na Califórnia, informou em comunicado o departamento estadual de segurança pública.

AE-AP, Agência Estado

25 de junho de 2010 | 22h03

Garibay, de 52 anos, era a ligação entre o cartel de Sinaloa com os fornecedores colombianos de cocaína desde a prisão de Vicente ``El Vicentillo'''' Zambada, informou o departamento.

Segundo as autoridades, o pai de Zambada, Ismael ``El Mayo'''' Zambada, é um dos líderes do cartel de Sinaloa, juntamente com ``El Chapo'''' Guzman.

Garibay era investigado pelas autoridades por tráfico de cocaína da Colômbia para o México e por estar envolvido em vários sequestros e assassinatos.

Acredita-se que Garibay liderava uma célula com pelo menos 28 membros do cartel, dentre eles seu irmão, Jose Luis Garibay, que foi detido em 2005.

No Estado de Tamaulipas, pelos menos 11 homens armados morreram em três confrontos separados com soldados da Marinha e do Exército mexicanos.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoviolênciadrogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.