MG terá de pagar por cirurgia

A Justiça mineira determinou anteontem que o governo estadual pague pela cirurgia que permitirá a Pedro Arthur Diniz Silva, de 8 anos, respirar sem aparelhos. O garoto ficou tetraplégico após uma meningite bacteriana e sobrevive graças a uma traqueostomia. Caso a cirurgia seja feita, será a primeira do gênero em uma criança na América Latina.

BELO HORIZONTE, O Estado de S.Paulo

08 Outubro 2011 | 03h01

Para o jovem respirar normalmente, ele precisa ter instalado no corpo um marcapasso diafragmático. O procedimento para instalação do aparelho, que no Brasil é feito apenas no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, custa R$ 500 mil. A Secretaria de Estado da Saúde de Minas se recusa a arcar com os gastos porque o procedimento não está previsto no Sistema Único de Saúde (SUS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.