Microsoft exibe novo Windows pela primeira vez e muda nome

A Microsoft divulgará um novo nome para seu produto mais conhecido na terça-feira, quando vai oferecer uma pequena mostra de seu mais recente sistema operacional Windows.

BILL RIGBY, REUTERS

26 Setembro 2014 | 17h31

O projeto, conhecido nos últimos anos como "Limiar" dentro da empresa de software, ou "Windows 9" fora dela, provavelmente terá uma marca totalmente nova, ou somente será chamado Windows, disseram analistas, à frente de sua divulgação completa no próximo ano.

A mudança de nome é simbólica de uma nova direção e estilo para a Microsoft, que está se desviando do foco agressivo sobre o Windows e computadores pessoais, marca do presidente-executivo anterior, Steve Ballmer. A nova ênfase é a venda de serviços por meio de dispositivos e é defendida pelo novo chefe Satya Nadella.

A mudança também representa um desejo de apagar o prejuízo gerado pelo Windows 8, em uma tentativa ambiciosa de redesenhar o Windows com usuários de tablets em mente, o que acabou por aborrecer e confundir o mercado principal de consumidores que usam mouse e teclado.

"O Window 8 não foi um momento brilhante para a Microsoft", disse o analista da empresa de pesquisa de tecnologia Gartner, Michael Silver. "Provavelmente a maior questão que fica é a marca negativa no nome".    

A Microsoft se recusou a comentar sobre o novo nome, ou o que planeja revelar na terça-feira.

Mais conteúdo sobre:
TECHMICROSOFTWINDOWS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.