Microsoft será alvo de investigação na Europa sobre navegadores

Reguladores antitruste da União Europeia abriram uma investigação para verificar se a Microsoft está cumprindo uma decisão de 2009 de oferecer aos usuários a opção de escolher o navegador de Internet, disse nesta terça-feira o comissário de Concorrência da UE, Joaquín Almunia.

Reuters

17 de julho de 2012 | 09h09

"Levamos muito a sério o cumprimento das nossas decisões. Eu acreditei que os relatórios da companhia eram corretos, mas parece que esse não era o caso. Então, entramos em ação imediatamente", declarou Almunia em coletiva de imprensa.

"Se após nossa investigação a infração for confirmada, a Microsoft deve esperar sanções", disse ele, acrescentando que os reguladores planejam concluir a investigação o mais rápido possível.

Almunia afirmou que este é o primeiro caso da Comissão Europeia em que uma companhia é suspeita de não obedecer às decisões antitruste.

Tudo o que sabemos sobre:
TECHMICROSOFTEUROPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.