Militares egípcios querem entregar o poder dentro de 6 meses

O conselho militar que está governando o Egito anunciou nesta terça-feira que pretende transferir o poder para os civis, incluindo um presidente eleito, dentro de seis meses.

REUTERS

15 de fevereiro de 2011 | 11h21

" O Supremo Conselho Militar expressou a esperança de entregar o poder dentro de seis meses para uma autoridade civil e um presidente eleito, de um modo livre e pacífico que expresse a visão do povo", disse a agência estatal de notícias Mena.

"O Conselho afirma que não busca o poder, que a situação atual foi imposta às Forças Armadas e que elas têm a confiança do povo", acrescentou a nota.

(Redação no Cairo)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOMILITARESENTREGAM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.