Mineiro entra em Maceió e diz que volta após se formar

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema informatizado gerenciado pelo MEC em substituição ao exame vestibular para unificar a oferta de vagas em universidades públicas e institutos federais de educação profissional de todo o País. As vagas são preenchidas pela nota no Enem. O processo do Sisu é realizado duas vezes por ano. O candidato pode optar por até dois cursos. Ao final da etapa de inscrição, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso. Os estudantes não aprovados nas duas primeiras chamadas poderão declarar interesse na lista de espera a ser utilizada para as vagas não ocupadas.

O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2012 | 02h05

Gustavo Amorim, de 20 anos, trocou este ano Patos de Minas, a 415 km de Belo Horizonte, pela Praia de Jatiúca em Maceió. "Fiz o Enem no ano passado e com a nota consegui passar na Faculdade de Medicina na Federal de Alagoas. Resolvi morar bem perto do mar", diz. Ele admite que a Ufal não era sua primeira opção. "Tentei antes entrar na federal de Minas, mas não deu. Alagoas caiu na minha vida pela minha nota", conta.

No primeiro dia de aula, a surpresa. "Dos 20 alunos da minha sala, só 3 são alagoanos. O restante é de São Paulo, Blumenau, Goiânia e de outras cidades", afirma. Gustavo pretende voltar para Minas após se formar.

A paulista Lourena Gonçalves, de 19 anos, colega de Gustavo, também veio de longe. "É muito desconfortável ver que algumas pessoas encaram essa migração como um roubo das vagas dos habitantes locais. Na verdade, nós estamos indo estudar fora para crescer junto com o local", diz Lourena. / D.L. e O.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.