Minério de ferro tem o menor valor desde meados de janeiro

Os preços do minério de ferro na China caíram ao menor valor desde meados de janeiro nesta terça-feira, com compradores chineses saindo do mercado por temores sobre uma fraca demanda por aço, o que elevou os estoques do produto nos últimos dois meses e meio.

Reuters

05 de março de 2013 | 13h36

O novo impulso chinês para resfriar seu setor imobiliário também contribuiu com as dúvidas sobre a previsão da demanda por aço, apesar de uma leve recuperação dos preços do aço em Xangai após as fortes vendas na segunda-feira.

Ofertas de preços na China para carregamentos de minério de ferro da Austrália e do Brasil, importantes fornecedores, caíram em 4 dólares por tonelada nesta terça-feira, segundo a Umetal, consultoria sediada em Pequim.

O minério com teor de 62 por cento de ferro caiu nesta terça-feira 3,60 dólares, para 145,20 dólares por tonelada, menor valor desde 18 de janeiro, quando valeu 145,10 dólares, segundo os dados do Steel Index.

O recuo do minério de ferro ocorreu após máxima de 16 meses em 20 de fevereiro, quando foi cotado a 158,90 dólares. O interesse de compra caiu ainda mais na segunda-feira após os preços do aço em Xangai recuarem após notícias de que a China vai impor um imposto de 20 por cento sobre as vendas de imóveis.

"O sentimento está fraco por conta dos sinais das medidas do governo chinês, e pelos atuais preços do minério de ferro não estarem realmente sustentáveis", disse um operador de minério de ferro físico em Hong Kong.

(Reportagem de Manolo Serapio Jr)

Tudo o que sabemos sobre:
MINERIOPRECOSCHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.