Ministério Público vai investigar Lula, diz jornal

O Ministério Público Federal vai investigar Luiz Inácio Lula da Silva com base em acusações do empresário Marcos Valério que envolvem o ex-presidente no esquema conhecido como "mensalão", publicou um jornal nesta quarta-feira.

Reuters

09 de janeiro de 2013 | 08h33

Segundo O Estado de S.Paulo, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, decidiu remeter o caso à primeira instância, pois Lula não tem mais direito a foro privilegiado. A decisão teria sido tomada no final de dezembro, após o encerramento do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), segundo o jornal.

A notícia foi publicada depois que Gurgel afirmou em 19 de dezembro que começaria a avaliar as acusações de Valério, principal operador do mensalão, de que Lula autorizou os empréstimos bancários ao PT que seriam utilizados na compra de apoio parlamentar .

Gurgel afirmou em dezembro que "com muita frequência, Marcos Valério faz referência a declarações que ele considera bombásticas, e quando nós vamos examinar em profundidade não é bem isso".

Segundo o jornal, Valério, condenado a 40 anos de prisão pelo STF por seu envolvimento no mensalão, também teria afirmado que "passou dinheiro para Lula arcar com 'gastos pessoais' em 2003".

O Instituto Lula informou ao jornal que o ex-presidente está viajando e não comentaria a decisão do MPF de iniciar investigação sobre as acusações de Valério. Procurados pela Reuters, representantes da entidade e do MPF no Distrito Federal não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

Mais conteúdo sobre:
POLITICALULALEGALMP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.