Ministra vê desconto de grevistas como 'natural'

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse nesta terça-feira considerar "natural" o desconto de salário dos servidores públicos em greve.

REUTERS

11 de outubro de 2011 | 13h30

"O presidente Lula sempre dizia isso, que greve não é férias. Que quando você decide fazer greve, você assume também a consequência de não receber, ou ter que repor isso de alguma maneira", afirmou ela a jornalistas após participar de audiência em comissão na Câmara dos Deputados.

"Essa é sempre uma discussão. Descontar por exemplo os dias parados é natural que aconteça."

Os funcionários dos Correios estão em greve há quase um mês em reivindicação por reajuste salarial. Os bancários, incluindo os de bancos públicos, também estão parados há mais de duas semanas.

(Reportagem de Isabel Versiani)

Mais conteúdo sobre:
MACROBELCHIORGREVE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.