Ministro das Finanças da França vê recuperação econômica em 2013

A economia da França tem potencial para se recuperar em 2013 e não há planos para reduzir as previsões de crescimento para o próximo ano, afirmou o ministro das Finanças do país, Pierre Moscovici, em entrevista a ser publicada no domingo pelo jornal semanal Le Journal du Dimanche.

Reuters

18 de agosto de 2012 | 16h57

"Assim que conseguirmos recuperar a força na Europa e França, teremos potencial real para crescimento em 2013", disse Moscovici, desconsiderando sugestões de que o governo pode estar se preparando para reduzir sua meta de crescimento de 1,2 por cento em 2013.

"Não é o caso", disse o ministro sobre uma eventual redução na previsão.

A economia da França permaneceu em um estado de baixa atividade no segundo trimestre, o terceiro trimestre consecutivo de fraqueza, depois que um aumento nos investimentos e exportações desafiou expectativas de contração. Mas o estado lento da economia tem gerado preocupações sobre a capacidade do governo em cumprir a meta de crescimento para o próximo ano.

Para 2012, a meta de expansão da economia é de 0,3 por cento.

Moscovici também afirmou que a França vai cumprir a promessa de reduzir o déficit do setor público. "Não mantemos uma meta de déficit de 3 por cento em 2013 apenas para termos uma meta: o corte de dívida é imperativo para mantermos nossa soberania e o controle sobre nosso destino", disse ele.

Mais conteúdo sobre:
FRANCARECUPERACAOPROXIMOANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.