Ministro diz que dengue tipo 1 foi reintroduzida no Rio

A reintrodução da dengue tipo 1 no Rio é quase uma certeza, segundo afirmou hoje o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. O vírus não circula na cidade desde o início da década de 1990 e cerca de 3,7 milhões de pessoas não têm qualquer imunidade. Em outubro, em conjunto com o Governo do Estado e as prefeituras, o Ministério da Saúde planeja um levantamento sobre a infestação pelo mosquito Aedes aegypti no Rio.

PEDRO DANTAS, Agência Estado

18 de junho de 2010 | 12h52

"É importante dizer que este vírus tem quatro sorotipos. Três deles circulam no Brasil, o tipo 4 ainda não foi registrado. Quando um sorotipo deixa de circular durante um período longo, as pessoas que nascem deixam de ter uma proteção natural, pois não tiveram contato com o vírus. Então, quando o vírus é reintroduzido, há uma população suscetível e isso pode causar casos mais graves em crianças e adolescentes e pessoas que tiveram doenças em surtos anteriores podem desenvolver a dengue hemorrágica", disse Temporão.

Tudo o que sabemos sobre:
dengueRioSaúdeministroTemporão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.