Ministro francês pede regras mais rígidas na UE

A crise causada pelas próteses da PIP fez com que o ministro da Saúde da França, Xavier Bertrand, pedisse ontem que a União Europeia fortaleça as regras para a autorização de produtos médicos - cerca de 10 mil itens, que vão de lentes de contato a ataduras, passando pelas próteses mamárias de silicone - nos países do bloco.

PARIS, O Estado de S.Paulo

06 de janeiro de 2012 | 03h03

"Precisamos de novas regras. E essas mudanças precisam acontecer em toda a Europa", afirmou o ministro a uma rede de TV do país. Um porta-voz do Comissário da UE para a Saúde e os Direitos do Consumidor, John Dalli, afirmou que Bruxelas já tem um plano para revisar suas diretivas para a avaliação de produtos médicos no primeiro semestre deste ano. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.