Ministro não crê em derrubada de veto no Congresso

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, disse ontem que o resultado da votação do Código Florestal na Câmara sinaliza que seria difícil derrubar um possível veto da presidente Dilma Rousseff ao texto. Vargas participou de reunião no Palácio do Planalto com Dilma, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, e representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), que apresentaram uma pauta de reivindicações.

O Estado de S.Paulo

28 Abril 2012 | 03h08

Para derrubar um possível veto da presidente, é preciso maioria absoluta tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado Federal, ou seja, o aval de 257 deputados e 41 senadores.

"A presidenta ainda não definiu isso (se vai vetar), porque nem sequer recebemos o texto definitivo da Câmara dos Deputados." Para Vargas, a versão do texto aprovada no Senado tinha mais equilíbrio entre produção e preservação dos ativos florestais. / RAFAEL MORAES MOURA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.