Ministros dos Brics alertam que rodada de Doha pode ter colapso

Os ministros do Comércio dos países que integram o Brics alertaram nesta quarta-feira que as conversações sobre o comércio global correm o risco de fracassar, mas acrescentaram estar dispostos a retomar as negociações baseadas em acordos acertados em 2008.

REUTERS

13 de abril de 2011 | 07h56

"O delicado equilíbrio de trocas alcançado em mais de 10 anos de negociações e contido no esboço de um texto de julho de 2008 corre o risco de entrar em colapso", disseram os ministros no esboço de um comunicado à imprensa obtido pela Reuters.

Os Brics são formados por Brasil, Rússia, Índia, China e também pela África do Sul.

Os ministros do Comércio e da Economia estão reunidos na China, antes de uma cúpula do bloco na quinta-feira.

O grupo é a favor de continuar as conversações com base no acordo preliminar que quase resultou em um consenso final em meados de 2008.

"Os ministros continuam dispostos a concluir a rodada com base nas modalidades do esboço", disse o comunicado.

(Por Raymond Colitt)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBRICDOHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.