Missas marcam 1 ano do desaparecimento de Madeleine McCann

Pais da menina passam o dia em casa; parentes participam de missa em Portugal

Da BBC Brasil, BBC

03 de maio de 2008 | 08h15

Missas celebradas em Portugal e no Reino Unido marcam, neste sábado, 3, o primeiro aniversário do desaparecimento da menina britânica Madeleine McCann, de um resort na Praia da Luz, em Portugal.  Veja também:  Cronologia do desaparecimento de Madeleine McCann Os pais da menina, Gerry e Katie, devem passar o dia em casa com os filhos gêmeos, no condado de Leicestershire, no Reino Unido. Eles devem sair apenas para participar de uma missa em uma igreja da cidade de Rothley, onde moram. Parentes e amigos da família lançaram a campanha Light the Way Home (Ilumine o caminho de volta para casa) e pedem que pessoas em todo o mundo acendam velas e lanternas entre 21h30 e 22h desta noite, (18h no horário de Brasília), hora em que Madeleine sumiu do quarto onde dormia com os irmãos. Os tios e um primo de Madeleine viajam para Portugal em nome da família e participarão de uma missa que será rezada esta noite na Igreja Nossa Senhora da Luz, na Praia da Luz. A menina britânica, que no próximo dia 12 completa 5 anos, desapareceu no dia 3 de maio de 2007. Enquanto Madeleine e os irmãos, Sean e Amelie, dormiam, os pais jantavam com amigos num restaurante distante 50 metros do apartamento. Gerry e Katie disseram à polícia que a cada meia hora iam ao quarto verificar se as crianças estavam bem, mas que ao chegarem ao local, por volta das 22h, viram que a filha havia sumido. Apesar do envolvimento das polícias britânica e portuguesa e da mobilização de centenas de pessoas, até hoje não se sabe o paradeiro da criança. Em setembro do ano passado, a polícia portuguesa considerou os pais da menina formalmente suspeitos. Gerry e Katie, no entanto, negam qualquer envolvimento no caso e insistem que não vão descansar enquanto não descobrirem o que aconteceu com a filha.  BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Madeleine McCann

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.