Mocidade Alegre fica 'de joelho' no Anhembi

A bicampeã do carnaval de São Paulo Mocidade Alegre arrancou aplausos e gritos da plateia do Anhembi ao ficar de joelhos durante o desfile para cantar a fé. Todos os 3,5 mil componentes da escola, incluindo bateria, agacharam por duas vezes no trecho "De joelhos eu vou cantar. Tenho fé de verdade e vou além" do samba-enredo.

ALINE BRONZATI, Agência Estado

02 Março 2014 | 02h36

A escola perfumou ainda a avenida com arruda e trouxe diversas coreografias em suas alas. Na bateria, um dos pontos altos foi a ida dos componentes até a plateia após a entrada no recuo. Com o enredo "Andar com fé eu vou... Que a fé não costuma falhar!", a escola arriscou ao inovar, segundo a presidente da escola, Solange Cruz Bichara Rezende, e acelerou o passo no final encerrando o desfile aos 65 minutos, limite do horário permitido.

"Carnaval é risco. Levamos um enredo forte para a avenida e benzemos o Anhembi", avaliou ela, que passou mal durante o desfile. De acordo com Solange, o incidente foi natural. "É o trabalho de um ano todo. Faz parte. Temos uma cabine de jurados para nos avaliar", concluiu ela, ainda bastante emocionada e a caminho de um novo eletrocardiograma.

Mais conteúdo sobre:
carnaval 2014Mocidade Alegre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.