Mônaco autoriza extradição de Cacciola

Príncipe Albert 2º autoriza extradição do ex-banqueiro para o Brasil.

Da BBC Brasil, BBC

04 de julho de 2008 | 11h00

O príncipe de Mônaco, Albert 2º, autorizou nesta sexta-feira a extradição do ex-banqueiro Salvatore Caccciola para o Brasil, informou a assessoria de Comunicação do principado à BBC Brasil. A decisão é anunciada dez dias depois de os advogados de defesa de Cacciola esgotarem as esferas de recursos no principado. O último havia sido apresentado na instância máxima da Justiça monegasca, o Tribunal de Revisão.Cacciola foi condenado em 2005, à revelia, a 13 anos de prisão pela Justiça Federal do Rio de Janeiro por crimes de peculato (utilização do cargo para apropriação de dinheiro) e gestão fraudulenta do Banco Marka. A ajuda do Banco Central recebida por Cacciola causou prejuízos de R$ 1,5 bilhão aos cofres públicos, segundo conclusões de uma CPI sobre o caso. O ex-banqueiro, que havia fugido para a Itália em 2000, foi preso no ano passado pela polícia de Mônaco.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
cacciolamônaco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.