Moradores da Flórida querem impedir criação de macacos para laboratórios

Insatisfeitos com a ideia de compartilhar a comunidade rural com 3.200 macacos destinados a laboratórios de pesquisa, um grupo de moradores da Flórida foi à Justiça para tentar impedir a construção de um criadouro para os primatas.

BARBARA LISTON, REUTERS

16 Novembro 2014 | 15h04

Alguns habitantes de Hendry County, mais conhecido pela produção de gado de corte e cana-de-açúcar, estão reclamando que só recentemente souberam que o projeto foi assinado em 2012 e agora está em fase de construção perto da vizinhança.

A fazenda de macaco, como os moradores chamam o local, seria o terceiro criadouro nesta região da Flórida, perto de Everglades.

A controvérsia sobre a mais recente adição à indústria local de reprodução de primatas foi parar na corte de Hendry County na semana passada, quando o Fundo de Defesa Animal Legal da Califórnia abriu um processo, em nome dos moradores, para parar o projeto.

A ação alega que o município mudou as regras para aprovar o projeto sem aviso público. Hendry County negou irregularidades, dizendo que a aprovação necessitava apenas de revisões padrão da equipe. Não se sabe quando uma decisão no caso será tomada.

Os proprietários do projeto não foram localizados para comentar o assunto.

Não ajuda ainda o fato dos moradores descobrirem sobre o projeto num momento em que a epidemia de Ebola atingiu as manchetes, com alguns casos tratados nos Estados Unidos.

Mais conteúdo sobre:
FLORIDA MACACOS CRIACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.