Moradores queimam ônibus contra falta d'água em Itu-SP

Moradores de dois bairros fecharam a rodovia Valdomiro Correia de Camargo (SP-79) e queimaram um ônibus em protesto contra a falta de água, no início da noite de ontem, em Itu, região de Sorocaba (SP). Cerca de 300 pessoas, segundo a Guarda Municipal, participaram da manifestação. Foi o quarto protesto contra o desabastecimento na cidade que, desde fevereiro, está sob racionamento drástico em razão da estiagem.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Estadão Conteúdo

13 de outubro de 2014 | 18h05

No bairro Cidade Nova, os manifestantes atearam fogo a uma barricada feita com pneus e madeira, interditando por mais de duas horas as duas pistas da rodovia, que liga Itu a Sorocaba. Eles reclamaram que muitas casas estavam havia duas semanas sem água. No Portal do Éden, bairro vizinho, um grupo ateou fogo a um ônibus usado no transporte intermunicipal de passageiros. Ninguém ficou ferido.

Policiais militares e rodoviários negociaram com os moradores e a rodovia foi liberada por volta das 21 horas. A concessionária Águas de Itu informou que o reservatório que abastecia a região secou completamente e são feitas manobras na rede para que as casas recebam água em dias alternados. O abastecimento será reforçado por meio de caminhões-pipa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.