Morre 2ª vítima atropelada em frente à clínica na BA

Carro desgovernado atingiu cinco pessoas que aguardavam atendimento em frente a um clínica médica

Tiago Décimo, Agência Estado

20 Abril 2012 | 13h06

SALVADOR - Morreu na madrugada desta sexta-feira, 20, em Salvador, a segunda vítima do atropelamento ocorrido no dia 12, na frente da clínica médica Pró-Cura, no bairro da Pituba. No acidente, cinco pessoas que aguardavam atendimento do lado de fora da unidade médica foram atingidas por um carro que desceu desgovernado, de ré, a ladeira na qual a clínica está localizada. Os outros três feridos já tiveram alta médica.

Alderiva Santos Silva, de 81 anos, estava internada em estado grave, no Hospital Geral do Estado, desde o atropelamento e não resistiu aos ferimentos. A outra morte causada pelo acidente foi a da filha dela, Gissélia Santos Silva, de 48 anos, que a acompanhava para uma consulta médica. Gissélia morreu pouco depois de receber atendimento médico.

A motorista do carro que causou o acidente, a médica Lorena Silva, de 25 anos, prestou depoimento na 16ª Delegacia, na tarde de quinta, 19. Ela disse que o motor do carro apagou durante a subida da ladeira e que perdeu o controle da direção. Segundo o delegado Alberto Shramm, Lorena será indiciada por homicídio culposo (sem intenção) e lesão corporal culposa.

Mais conteúdo sobre:
morteatropelamentoBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.