Morre a 13ª criança indígena vítima de diarreia

Morreu ontem, no início da noite, a 13ª criança indígena vítima de diarreia e desidratação agudas. A suspeita de ser um surto de rotavírus, por enquanto, está sendo descartada por autoridades em saúde pública. A criança tinha 10 meses e saiu de uma aldeia localizada no município de Pauini (AM). Morreu com os mesmos sintomas das crianças falecidas nas aldeias acreanas, febre, diarreia e desidratação agudas. Ontem, mais duas crianças indígenas chegaram à Unidade de Terapia Intensiva do Hospital da Criança.

ITAAN ARRUDA, Agência Estado

20 de janeiro de 2012 | 20h47

Na terça-feira, a Secretaria Especial de Saúde Indígena repassou informações ao Ministério da Saúde que divulgou uma nota descartando momentaneamente a existência de um surto de rotavírus na região.

A informação contrasta com a declaração da secretária de Saúde de Santa Rosa do Purus (AC), Francisca Souza, que confirmou um caso de rotavírus entre as 73 crianças doentes, identificadas nas visitas feitas por equipes multiprofissionais organizadas pela Prefeitura de Santa Rosa e pelo Governo do Acre às aldeias indígenas existentes na região do Purus.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdeindígena

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.