Morre Delegado, símbolo da escola de samba Mangueira

Morreu nesta segunda-feira (12), aos 90 anos, o ex-mestre-sala Delegado, símbolo da escola de samba Mangueira. Hélio Laurindo da Silva era presidente de honra da tradicional agremiação desde a morte do intérprete de sambas Jamelão, em 2008.

AE, Agência Estado

12 de novembro de 2012 | 14h17

A família preferiu não divulgar a causa da morte. Ele estava internado numa clínica na Baixada Fluminense. Por 36 anos, o mestre-sala tirou a nota máxima no desfile. Delegado morava e era muito querido na Mangueira, onde nasceu, em 29 de dezembro de 1921, e era assistido por um filho e vizinhos.

Tudo o que sabemos sobre:
morteDelegadoMangueira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.