Morre Edoardo Sanguineti, poeta da vanguarda italiana dos anos 1960

CADERNO 2

, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2010 | 00h00

Um dos principais nomes da vanguarda italiana dos anos 1960, o escritor Edoardo Sanguineti (foto) morreu ontem, em Gênova, aos 79 anos, durante cirurgia por causa de aneurisma abdominal. Ele foi um dos teóricos mais importantes do Gruppo 63, do qual participou Umberto Eco, movimento que combateu o hermetismo cultural, resquício do pós-guerra, e valorizou uma linguagem poética de resistência. Sanguineti chegou ao hospital na manhã de ontem com fdores abdominais. Uma parada cardíaca no meio da cirurgia o levou à morte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.