Morre garota que tomou iogurte envenenado em SP

A menina S.A.S., de 4 anos, morreu ontem depois de ter sido envenenada no dia 14. No dia em que foi internada, testes clínicos já apontavam para morte cerebral. Em depoimento à polícia, Rosângela Soares da Silva, de 35, confessou ter oferecido iogurte com raticida às irmãs S. e E., de 5. Ela queria se vingar do marido, por suspeitar de que ele mantinha relacionamento extraconjugal com a mãe das meninas. A garota mais velha chegou a ser hospitalizada e recebeu alta. Rosângela vai responder por homicídio e uma tentativa de homicídio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.