Morre homem que caiu de montanha-russa em MG

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as circunstâncias que levaram à queda do homem do brinquedo

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

19 de fevereiro de 2008 | 15h02

Morreu no início da manhã desta terça-feira, 19, o comerciante César Firmino de Souza, de 33 anos, vítima de um acidente com um carrinho da montanha-russa de um parque temático em Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais. No dia 10, o carrinho em que estavam Souza e seus dois filhos, um de 7 anos e outro de 6 anos, saiu dos trilhos e caiu de uma altura de aproximadamente 5 metros. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso.O comerciante sofreu traumatismo craniano e lesões na coluna cervical, e foi internado em estado grave. Os garotos tiveram apenas escoriações e foram liberados no dia seguinte. Segundo o hospital, o quadro de Souza se agravou nos últimos dias e, pela manhã, foi constatada morte cerebral, seguida de parada cardíaca.

Tudo o que sabemos sobre:
parque temático

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.